Atividades organizadoras da rotina

Voltar

O processo de ensino aprendizagem procura desenvolver a inteligência priorizando as ações do sujeito, considerando-o inserido numa situação social. É baseada no ensaio e erro, na pesquisa, na investigação e na solução de problemas.
 
Roda de conversa:
São diferentes os objetivos da roda. Além de tratar do desenvolvimento da oralidade a roda também é utilizada para compartilhar experiências, trocar informações, problematizar situações do cotidiano, apresentar descobertas e realizar as indicações culturais e literárias. Nesta perspectiva a roda de conversa contempla os conteúdos conceituais, procedimentais e atitudinais nas diferentes áreas do conhecimento.
 
Leitura compartilhada:
Momento de leitura no qual todos os envolvidos possuem o texto ou livro escolhido pelo professor, que possibilita momentos de análises e discussões, nas quais os alunos construam diferentes significados do mesmo texto.
 
Leitura em voz alta pelo professor:
É um momento onde se trabalha na zona de desenvolvimento potencial dos alunos, na medida em que a leitura escolhida pelo professor não poderá ser realizada pelo aluno autonomamente.
A leitura é realizada em classe com momentos de análise e discussão sobre os comportamentos de leitor como critérios de escolha e apreciação das obras; recursos possíveis de se utilizar para a escolha do texto; autor; gênero; ilustração; entre outros. Os livros serão selecionados pelo professor, que deve planejar o tempo que durará a leitura do livro todo, visando ampliar o repertório literário dos alunos através do contato com textos que não escolheriam autonomamente.
 
Leitura silenciosa (autônoma):
Momento onde os alunos escolhem o que vão ler e realizam a leitura silenciosa de maneira autônoma. Essa leitura é diária e tem por objetivo garantir a regularidade desse momento assim como desenvolver a autonomia, responsabilidade e compromisso com a leitura.
 
Assembleia:
O trabalho com assembleias em sala de aula é um importante instrumento na busca da formação de indivíduos autônomos e críticos. Um trabalho focado na aprendizagem do diálogo e na resolução democrática dos conflitos. Importante espaço no trabalho de conteúdos procedimentais e atitudinais.
 
Problematizando:
Atividade realizada com o objetivo de trabalhar na zona de desenvolvimento potencial dos alunos onde os mesmos não conseguem realizar as atividades sozinhos, apenas com seus pares e a intervenção do professor. São situações-problema do cotidiano e também dá ênfase ao desenvolvimento de competências para o trabalho em grupo. Os problemas permitem diferentes estratégias de resolução e são resolvidas em pequenos grupos com tempo para a resolução e a socialização.
 
Desafio:
Atividade de lógica realizada individualmente que tem por objetivo desenvolver o raciocínio lógico, estratégias de resolução de problemas, a capacidade de escuta, desenvolver a capacidade para lidar com frustrações, a persistência e a troca. Há um momento individual de reflexão e resolução e posteriormente de socialização da resolução e das estratégias.
 
Momentos permanentes da rotina
 
Atividades coletivas: momentos de socialização entre os alunos com a orientação do professor. Viabiliza o trabalho com conteúdo procedimentais e atitudinais. É um momento no qual as crianças podem exercitar o ouvir, o respeito ao outro, aos combinados do grupo, as habilidades necessárias para expressar suas ideias com clareza.
 
Atividades diversificadas: momento de trabalho individual, no qual a criança pode exercer escolha, autonomia, organização de tempo em do espaço. As propostas são pautadas nas diferentes áreas do conhecimento ou em atividades diferentes de apenas uma ou outra área de conhecimento.
 
Trabalho em pequenos grupos: possibilita a troca de conhecimento entre os iguais, compromisso, cooperação, valorização das diferenças e responsabilidade dentro de um grupo.
 
Trabalho individual: momento de trabalhar na zona de desenvolvimento proximal dos alunos. É fundamental que aconteça diariamente. É um momento de avaliação para o professor, que tem a possibilidade de atender seus alunos individualmente, e de auto avaliação para o aluno, que tem a possibilidade de perceber o que consegue e o que não consegue fazer.
 
Lição de casa: importante trabalho no desenvolvimento de procedimentos de estudo, na organização e responsabilidade do aluno. Instrumento de avaliação, pois trabalhamos na zona de desenvolvimento real dos alunos. A entrega, o controle, a correção e a explicação da lição do dia seguinte, são importantes organizadores da rotina do dia (acontecem no começo do dia). As correções podem ser individuais ou coletivas.